Mário, seguindo o exemplo do seu companheiro Luís Bernardo

Posted: May 16, 2011 in Argumentos, Denúncia, Direitos, Luanda, Manifestação 25 Maio, Videos

O Mário é o vice-presidente do M.R.I.S., Movimento Revolucionário de Intervenção Social e após as revelações do atentado/intimidação sofrido pelo seu camarada Luís, resolveu também contar a sua história, de sombrios contornos envolvendo o seu próprio irmão que, segundo Mário, terá denunciado as suas actividades subversivas, consistindo estas no simples facto de ter convocado uma manifestação e distribuir panfletos na rua. Também ele é assertivo quando tem de responder a pergunta: “pretendem continuar apesar da pressão?”

Comments
  1. mario renato says:

    O país é mto grande e mto importante por mtos factores, para ter liders políticos ou de movimentos cívicos tão limitados, política e intelectualmente, quanto estes são.
    Vou deixar-lhes um conselho de mais velho. Estdem, cultivem-se,cresçam e ajudem o país a crescer.
    Mesmo os cantores de cu duro, já devem ser mais cultos para melhorar as suas mensagens.
    Embora não seja filiado em nenhum Partido, creio que o MPLA e as instituições do poder, não vão perder tempo com vocês, salvo as vossas acções perturbem a tranquilidade pública.
    Vocês só podem a estar a ser instrumentalizados por alguém ou então querem aparecer.
    Se quizerem ser famosos, figuras públicas já, experimentem cantar cu duro.

    • Bob says:

      Yà, Kota, com todo o respeito e pautando-me ao princípio da liberdade de expressão e da diferença de opinião, é pacifico aceitar o seu comentário, penso que só nesta senda vamos ter uma Angola verdadeiramente democratica. é realmente reconfortante quando o Kota reconhece que o País é muito grande e muito importante, mas também importa avivar a mente sábia do Kota, que este País é feito do povo e de um território. O Kota critica os movimentos cívicos juvenis que estão felizmente a criar um novo statuo quo na arena socio-politica nacional, e ao que tudo indica incomoda o Kota. É preciso o Kota também entender que este País é constituido maioritariamente por jovens, somos nós que não temos emprego, não temos casa própria, o acesso a escola, o cenário é aquele que o Kota vê em todos os inicios de cada ano lectivo, em que a procura é maior que a oferta, as cadeias estão repletas de jovens, em fim , são inumeras as dificuldades que os jovens hoje enfrentam. O Kota diz que somos limitados, infelizmente , esta é a visão que o Kota e demais pessoas têm desta juventude, acham-nos acabados, sem grandes ideas, aconselho o Kota a não ignorar o grande manancial intelectual e politico desta nova geração.Continuando, O Kota considera-nos limitados, pelo facto de estarmos a exigir melhorias na qualidade de vida dos Angolanos, O Kota considera-nos limitados pelo facto de estarmos a exercer a nossa cidadania, O Kota Mário Renato, considera-nos limitados por deixar-mos de ser amorfos e passar-mos a ser mais críticos e exigentes. Kota Mário, se não for-mos nós a reclamar quem vai fazer por nós, TÚ? O CNJ? A JMPLA? A JURA? Kota Mário, a liberdade de forma lata, pressupõe sacrificios e, nós estamos disposto a faze-lá. Não sei onde é que o Kota vive, se poder, aconselho-o a dar um passeio no interior do Sambila; Cazenga; Rangel; Kilamba Kiaxi, esquece o Munícipio de Belas, ai é outro mundo, ou melhor aconselho o Kota Mário a arrendar uma casa no interior do Cazenga, logo vai perceber que estas exigências da juventude não tem razão de ser, nestes municípios têm tudo não falta absolutamente nada. O Kota Mário Renato diz, que queremos ter protagonismo, queremos aparecer, podera, as nossas acções não têm fins lucrativos, não somos AJAPRAZ; BENTO KAMGAMBA; JMLPA; MOVIMENTO ESPONTÁNEO; FESA, etc. etc, estes sim e o Kota bem o sabe é que buscam protagonismo e sabe-se para o beneficio de quem. Para finalizar, nós os jovens conscientes apenas queremos um país mais justo e equilibrado em termos sociais. Quanto ao cú duro, não é a minha praia, mas curto, apesar de não saber dançar com tanta eficiência, é nosso, é bom.

      Saudações
      Bob

      • angolana cm mto orgulho says:

        parabens Bob é de gente assim k o nosso país precisa p mudar!
        xtou cm vcs pena nao estar em angola mas ate o final do ano xtamos juntos e vou fazer questao de conhecer o luaty beirao por ter a coragem de exprimir e assim despertar mtos angolanos, sei k falta mto p se alcançar o k almejamos ,mas o primeiro passo ja foi dado por akele rapaz destemido corajoso cm vcs k estao seguindo o mesmo caminho… agora nao desistam e podem ter a certeza k se tocarem em alguns de vós a populaçao nao vai deixar por isso mesmo.
        e só para acrescentar no seu comentario é importante as pessoas verem uma coisa, os k nao kerem a manifestaçao sao pessoas k se acomodam e alem do mais k nao se compadecem cm o sofrimento do povo sao a elite k se formou em angola pela politcagem do nepotismo ou melhor do (amiguismo,familiarismo e favoretismo ) mas eles sao a minoria, portanto se eles nao se kerem manisfestar ok mas deixem os k estao a sofrer e a sentir na pele demonstrar o seu descontentamento isso sim é democracia!

      • Bruno Almeida says:

        Grande resposta Bob. Elaborada e factual.

      • punguandongo says:

        bob… voce falou e disse… viva a liberdade!!! a baixo a ditadura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s