Hoje é dia da sentença. Enquanto esperamos…

Posted: September 12, 2011 in Diáspora, Direitos, Notícias, Videos

… não fazemos poemas como o Carlos Baptista, não nos desdobramos em centenas de comunicados exigindo a liberdade  dos nossos camaradas pois fazêmo-lo agindo! Neste mesmo momento em Luanda, há gente de atalaia aguardando o veredicto do primeiro grupo, o  dos 21, preparados para dar continuidade às manifestações caso este lhes seja desfavorável. Enquanto aguardamos, vamos dar espaço a duas manifestações “artísticas” que, cada uma à sua maneira, vêm adicionar o seu grão de areia a este deserto que a juventude está a “edificar”.

O primeiro é um tema do artista de Hip Hop Denéxl, que noutra altura qualquer podia ser encarado como um simples gesto arrojado atestando a irascibilidade e petulância que caracterizam um artista do “underground”, aqueles que não se conformam às regras do jogo para aceder aos circuitos comerciais. Outros temas nesta linha já existem e não exclusivamente no género Hip Hop (vide Makalakato por Paulo Flores), mas o que é de louvar é a coragem para lançar o tema NESTA ALTURA particular em que se regrediu no campo da liberdade de expressão que ao longo destes anos foi sendo arduamente conquistada, nesta altura em que voltamos à falácia das duas equipas únicas, do maniqueísmo, do “ou estás connosco ou estás contra nós!”. Nesta altura em que todos os angolanos se sentem comprometidos com a escolha de uma dessas equipas e, sendo a equipa dos que estão contra muito mais frágil do que a equipa ganhadora (tipo 11 Bravos do Maquis contra Real Madrid), o lançamento desta faixa do Denéxl tem  o dobro do valor, partindo do princípio que as pessoas percebam quem é o “Kamba Zé” a que ele se refere.

O tema está disponível para download aqui

O segundo tem a ver com um vídeo que nos chegou via email, um vídeo de uma acção de reivindicação política levada à cabo por jovens angolanos residentes em Lisboa (até que enfim não? Juventude adormecida essa aí) que picharam as paredes do Consulado e Embaixada de Angola reclamando o seu direito ao voto para as eleições de 2012. De lembrar que este direito já lhes foi sonegado aquando das passadas eleições de 2008 por alegadas “falta de condições”. Há uma inscrição que aparece escondida por uma pedra e não conseguimos descortinar o que é. Diz MPLA = Máquina Para Li(???pedra tapou!!) Angolanos. E aquele mambo em cima do “merda” é mesmo o que parece? Eh eh, os miúdos estão chateados. Segue na íntegra o email que recebemos dos jovens:

“brodas do central angola.

Somos um grupo de jovens k prefere n se identificar agora, mas que estamos descontentes com a situação actual do nosso país. Somos estudantes e residentes em portugal, mas achamos que nos afastamos cada vez mais do nosso país kndo nao podemos votar. No entanto, sentimo-nos incapacitados por nao colaborarmos para uma democracia mais justa no nosso país e por isso a unica forma que temos de nos reivindicar é grafitando.
vai aí o link do nosso video. A intenção é que se espalhe o mais rápido possível com a finalidade de sensibilizar o resto da “popu” que reside em Portugal e outros país.
Não estamos contentes. Angola é o nosso país.
Força manos”

 

É agora oficial, o angolano fartou-se de esperar e partiu para a acção!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s