Cumplicidade Assassina (segunda parte)

Posted: December 6, 2011 in Denúncia, Direitos, Direitos Humanos, LEI, Luanda, Manifestação 3 de Dezembro, Manifestações

– O grupo que chegou ao Largo depois da debandada no Cazenga era bastante diminuto, sobretudo tenho em conta o contingente da Polícia com que nos deparámos.

– Mal nos avistaram começaram a comunicar com os seus walkie-talkies. Sentiu-se uma tensão instantânea.

– Começaram a dispor-se em linha ao longo da divisória central por onde nos aproximámos.

– Seguimos em direção a eles, determinados em atingir o nosso objetivo final, o Largo da Independência.

– Ao chegarmos em frente a eles perguntámos “Quem é o responsável por esta missão? Queremos falar com o
responsável e só com ele!”

– O responsável identificou-se com um simples “sou eu o responsável”. Comunicámos a nossa intenção de chegar ao Largo exibindo-lhe a carta enviada ao GPL e ao CGPN cumprindo com a totalidade dos trâmites legais.

– Apesar de tudo isso, mais uma vez e de forma arrogante, o Comandante nos comunicou que voltassemos para as nossas casas que para o Largo não iríamos.

– De imediato começou o empurra-empurra, que foi degenerando pois recusámo-nos acatar uma ordem arbitrária sem respaldo legal.

– Os cães entraram em serviço, mas acabaram por ser retirados depois de morderem um rapaz.

– Os kaenche de serviço carregaram uma, outra e ainda outra vez, tantas vezes que perdemos a conta.

– Foi deveras revoltante pois tudo isso se passava e menos de um metro da linha da polícia e eles continuavam a assobiar para o ar.

– O Jang Nómada que estava incansável a tentar mediar o diálogo entre PN e manifestantes foi o primeiro a sofrer, tendo-lhe sido desferidos vários socos que lhe rebentaram os lábios.

– Não recuou por um segundo e assim que o largaram, voltou a ocupar o posto do qual se auto-incumbiu.

– Essa valentia valeu-lhe mais duas agressões ao longo da tarde e banho do líquido.

– Numa das investidas o Adolfo Campos e o Luaty Beirão levaram com o líquido, o Adolfo mais gravemente atingido nos olhos e tendo uma reacção de choque, quase perdendo os sentidos.

– Começou então uma operação de socorro no local, com os manifestantes a despejarem-lhe água no rosto, enquanto ele parecia ter entrado em estado catatónico.

– A polícia, em mais uma atitude criminosa, não facilitou a tarefa, continuando a empurrar-nos para trás com violência, mesmo vendo o Adolfo sentado no chão, quase desprovido de sentidos.

– Resistimos e implorámos que nos deixassem levá-lo ao Hospital Militar, o mais próximo do local.

– Passaram-se mais de 10 minutos de empurrões e caos até que o Comandante Franck desse ordem para metê-lo num carro da Polícia.

– Via-se que havia várias pessoas a dar ordens pois os menos de 50 metros que tivemos de percorrer para chegar ao carro não foram sem sobressaltos, cada agente tentando impedir-nos de continuar.

– O Adolfo foi levado para o Hospital da Polícia, por trás da Unidade Operativa, acompanhado pelo Luaty e pelo Luamba.

– Mais tarde juntou-se a eles o Alexandre Dias dos Santos “Libertador”, também ele vítima do infame líquido.

– Entretanto no largo um dos Kaenches descuidou-se e caiu na mão de um grupo de manifestantes que descarregaram nele a fúria acumulada e inverteram a regra enchendo-o de pontapés e socos. A polícia veio socorrer o seu homem.

– O Carbono que estava periférico à manifestação assistindo de longe, enquanto conversava com a activista da Human Rights Watch, foi agredido por 3 kaenches que lhe despejaram 4 garrafas do “sumo” nos olhos.

– Correu, cego, procurando o socorro da polícia a menos de 10 metros, mas esta agarrou nele e facilitou a tarefa aos agressores, ajudando com uma torrente de puretes na cabeça.

– Depois de serem socorridos, Adolfo, Luaty, Luamba, Libertador, foram encontrar-se com o Jang que ainda estava no Largo.

– Aí repararam que os cães tinham sido levados e os cavalos tinham vindo substituí-los.

– Com o cordão policial misturaram-se os kaenches que transportavam puretes da polícia nas mãos.

– Um deles fez questão de exibir uma arma.

– Os cavalos carregaram, os manifestantes correram, desgastados mas não vencidos.

A luta continua!

Comments
  1. Estas atrocidades tem que ser divulgadas a nivel internacional!quem comete um crime, nao pode ficar impune.

  2. Hora certa Combatente says:

    Denunciamos, e condenamos energicamente violação dos Direitos Humanos em Angola !

    Caros Irmãos, Compatriotas e Revolucionarios Luz pela Democracia africana e A da Nossa Democracia. Viemos neste espaço informar os seguintes : – é com dores no coração acabamos a leitura da “Cumplicidade Assassina (segunda parte)” – e também com muitas alegrias porque soubemos que toda recção contra os Nossos Manifestantes pacifistas é sinal de medo – estamos firmes e decididos o Fim do reno do ditador José Eduardo dos Santos esta’ visivel no mundo inteiro, DOS SANTOS a mandar os seus cães e cavalos para intimidações no sentido de enfraquecer a Nossa Revolução e conservar o seu poder ! – Angolanos, Angolanas e Autoctones, as Nossas Manifestações pacificas não podem parar ! Temos a responsabilidade de levar o oprimido povo angolano, e Nosso Povo para entrarmos em 2012 sem o Senhor José Eduardo no poder em Angola, a Voz da razão ja’ “VENCEU” – Não se deixem levar pelo o medo, eles podem maltratarem-nos, mais até quando ? Sobretudo JES ja’ foi alertado a não matar mas o Angolano as suas mãos estão cheias de sangue de muitos Angolanos e tem muitos processos crimes no nivel nacional como no nivel internacional. O tempo de enfrentar pacificamente o obstaculo (JES) é esse ! JES o engenheiro de guerras, desta vez ele falhou ! JES mandou programar os computadores para manipular e apresentar o resultado requisito por ele e graças a Deus, o Nosso Pai, o seu collaborador “João Teta” reprovou !

    Amados Jovens da Nossa patria, Somos o futuro de Angola e Somos “Capitão” do Barco da democracia em ANGOLA, a Nossa Angola, e Nossa Terra ! Citamos os Jovens “herois” nacionais :Brigadeiro 10 pacotes, Carbono Casimiro, Alexandro Dias dos SAntos, Gaspar Luamba, Jeremias (explosivo), Mfuka Muzemba, Adolfo Campos, José Mateus Mwanza, Afonso Vemba, Domingos Tove, Cristovão Segunda, Lito Antonio, Kady Mixinge, Pedro Sozinho, Mario Paulinho, Manuel Neto, Mario Cristo, João Dinis, Gabriel Chakuçama, Quintino da Costa, Daniel Silveira, Leonardo Eduardo, Correia Domingos, José Chilumbo, Agapito João, José Morais, Kilson, … Desculpa a lista é longa mais temos nomes de todos Jovens e continuaremos sempre a divulgar-los, assim digamos : O Movimento Revolucionario Angolano – MOVIMENTO DA JUVENTUDE e SOMOS a JUVENTUDE, a Nossa Juventude angolana, e Nossa Juventude ! “Pronta para Revolução” no Dia 30 de Dezembro de 2011 As 13 horas- EVENTO DO ANO “DOS SANTOS TEM QUE CAIR E CAIR BEM !” Por favor pelo bem do oprimido povo angolano, partilhem e participem em massa em conjunto salvamos Angola a hipoteca colonial
    Nenhum tem o poder a travar a Nossa Revolução e exterminar essa JUVENTUDE força revolucionaria angolana e luz pela Democracia africana ! Somos unidos pela causa justa- Democracia e direitos humanos
    Tenhem cautela sobre a corrupção que é o dinheiro sujo e por favor, evitamos as maratonas alcoolicas dos N’GUVULOS do JES/MPLA regime dos Criminosos e Assassinos
    VIVA ANGOLA UNIDA DEMOCRATICA, E TOTALMENTE LIVRE !

    Viva a Democracia africana e a Nossa Democracia
    Viva o Povo angolano
    Viva a Juventude angolana “Pronta para a Revolução”
    Viva a Oposição angolana Radical a JES/MPLA
    Viva as Nossas diferenças
    Viva Revolucionario angolano
    Abaixo o ditador africano
    Abaixo o imperador DOS SANTOS
    Abaixo o traidor da Nossa patria
    Abaixa a exclusão partidaria e social
    Viva a Democracia
    Viva Paz para sempre
    A VICTORIA, a Nossa Victoria, e Nossa Victoria ! Esta VICTORIA é NOSSA

    Saudações Patrioticas “Que Deus abençoe Angola”

    União faz força é o costume do Povo, trabalhar em conjunto para atingir o objectivo principal

  3. Mambote says:

    um dia nós os Africanos vamos se libertar com Esse sistema Diabolico que nos foi imposto os que se diz governantes mas afinal Säo os nossos inimigo para nos Extreminar fisicamente e Pscologicamente?
    mais amaioria Sempre vecem Africa um dia vai se libertar na Ditadura dos Neo-colonizador Feiticeiros com O Matumbo do jes Santola.

  4. jacque gilberto says:

    justiça nao é injustiça,e lutar para que as necessidades basicas da vida humana sejam satisfeita nao é crime. nas proximas ocasioes será legal que apresentem queixa crime.se nao ha atos de vandalismo reja o codigo penal que o agente da ordem que se comporte de modo criminal deve ser responsabilizado e indemnizar o lesado pelo os danos causados-fisicos,morais ou materais.estamos perante o governo e nao perante um bando de ignorantes e brincalhoes,nao se defere a ordem da manifestaçao e por tras o governo civil de luanda ordena a policia para obstacularizar a manifestaçao.pos, as manifestaçoes visam dizer o que está mal, e fazem parte do exercicio da cidadania,sendo a juventude um grupo social vivo e ativo em qualquer naçao,e que nao vive sem se fazer ouvir-quer na literatura,na ciencia,economia ou politica.nao é legitimo que uma manifestaçao autorizada seja impedida de seguir o seu percurso pela a policia.se voltar a acontecer:nao arrecadem o pé do local-mantenham-se firmes o tempo que for necessario e nao corram em direçao a policia como quem tenciona atacar,ofensas e linguagem gestual desprovida de responsabilidade,maturidade,autodomineo e razao,é preciso conter a emoçao e a desordem do entusiasmo-do-momento´sistema nervoso-tudo que é emoçao passa por aqui´ é um trabalho e nao se faz de animo leve e muito menos de quaqlquer maneira.peguem-se em maos e juntos levantem as maos para cima de punhos cerrados,envoquem slogans,sentem-se de costas viradas para os agentes de autoridade,ergam as cartazes,façam soar as vossas em coro´de modo ordeiro,unico e todos juntos´ é justo exigir e angola viverá bem,é arduo e enfadonho,mas tem que ser.é uma necessidade do hoimem viver bem e paz,e enquanto nao alcança este direito realizado,realizaçao esta que confere ao homem o sossego e a estabilidade,o homem está em constante sofrimento, e logo em constante luta para conquistar a paz de espirito,moral,familiar e social´justiça,formaçao,emprego,liberdade,segurança,prosperidade e harmonia social. e isto vai acontecer,porque é assim que o mundo funciona.o pais tem recursos e os jovens teem poder. associaçao dos jovens angolanos defensor da liberdade e dos direitos civis

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s