Noticiário Central Angola – Capítulo 1

Posted: January 20, 2012 in A Voz do Povo, Angola, Denúncia, Direitos, Direitos Humanos, Luanda, Notícias, Noticiário da Central, Videos

Saudações povos.

Temos hoje o prazer e a honra de vos introduzir uma nova forma de activismo da malta da Central. A ideia tem forçosamente de ser creditada ao nosso repórter, Timóteo João, que no-la sugeriu há algumas semanas. Desde então temos tido uma equipa exclusivamente dedicada ao tratamento visual e conteúdo das matérias, ocupando-se de tornar esta ideia uma realidade. Temos estado ansiosos por este dia, o dia em que o primeiro de muitos capítulos vê a luz do dia e se torna disponível para todos vocês, para que o consumam, partilhem, comentem, critiquem.

Neste primeiro episódio fomos cobrir um assunto de actualidade, a comunidade formada pelos habitantes dos chamados “prédios dos sul-africanos”, que serão forçados a abandonar as suas residências até ao dia 27 deste mês, independentemente da sua (não) conformidade com os termos propostos. Foi-lhes dito que iriam para um bairro com condições “condignas” nos Zangos 3 e 4, mas postos lá, não foi nada disso que constataram. Fizemos questão de perguntar aos moradores se desejavam manter anonimato e ter as suas caras apagadas com efeitos de pós-produção, mas todos eles sem excepção responderam que “NÃO!”.

Bom visionamento e sejam benvindos ao nosso noticiário, caros telespectadores.

Comments
  1. Adão Ramos says:

    Brilhante iniciativa esta. Felicito a Central 7311, pela preocupação trazer o cidadão à ribalta, sobretudo o cidadão sem voz nem vez.
    Será, entretanto, necessário que vá ao encontro do cidadão que carece desse tipo de solidariedade, se divulgue a disponibilidade desse serviço e a forma como se poderá fazer chegar os motivos de notícia ao grande repórter Timóteo João.
    Quanto a mim, já estou entregue para o que for necessário.

    Sempre ao serviço da Cidadania,
    Adão Ramos

    • António Macedo says:

      Penso que a iniciativa é boa, na verdade teremos que mostrar realidade deste país, uma vez que a Televisão Publica e a Radio Nacional de Angola, sou apresentam coisas boas, para estes órgãos tudo que se passa em angola está bom.
      É altura de começamos a dizer as pessoas, que temos convicções próprias e, estamos certo na quilo que fizemos, para que amanha ninguém mais nos chama de fantoches. Espero que este trabalha não ficam sou para Luanda, mas também estende-se para as outras províncias

  2. Sabio louco says:

    Rijoooooooo!!!!!!

  3. Luis Carlos Matos says:

    Quero em primeiro lugar saudar a Central7311 através do seu repórter Timoteo Joao pelo excelente trabalho jornalístico, no terreno, com entrevistas reais, sem sofismas, sem malabarismos mostrando apenas e diretamente a realidade local na rua dos Fundões, vulgo prédio dos Sul Africanos…no Bairro do Rangel, tal qual ela é ou se apresenta. Ora, as imagens falam por si!… E a verdade não morre solteira nem tem duas nem três faces ou caras mas uma só. Enquanto houver angolanos e angolanas com coragem e sensibilidade humana para denunciar estes e outros graves casos nacionais, haja também esperança!… É porque o povo esta vivo e nao é surdo, mudo nem cego… O direito de reivindicar e o direito à indignação é legitimo e democrático!!! Seja onde for e para o que for!… Dentro da justiça social, em democracia, é legitimo e essencial esta denuncia para que Angola progrida com equilíbrio, justiça e paz. As reivindicações e denuncias aqui feitas nesta entrevista pelo povo angolano e mais propriamente pelos moradores deste Bairro Rangel apela à sensibilidade humana daqueles que são autoridade em Luanda a começar pelo Sr. Presidente da Republica José Eduardo dos Santos, até ao Secretario de Estado para as Obras Públicas o Sr. Jones André que com outros tem aparecido para intimidar aqueles angolanos e angolanas trabalhadores, que são avôs e pais de filhos e netos… segundo testemunhas locais isto tem vindo a acontecer, periodicamente, há mais de 15 anos!… Mas sendo ultimamente muito mais apertados ou intimidados até com ameaças de morte para saírem. Indigno de governantes de uma Angola que se quer progressista e moderna… Ja para não falar em democracia!… Ora no vocabulário de países desenvolvidos e democráticos (como o regime ou a governação angolana atual pretende fazer crer) ninguém muda para pior… mas, com certeza, e sempre para melhor! Sobretudo se estiver por trás a mão do governo que ao intervir deve fazê-lo com justiça social e progresso. Cuidando do seu povo!!! Jamais descuidando ou atirando-o para qualquer lugar ou para uma situação inferior à que estavam ou viviam anteriormente … Parafraseando a grande figura histórica africana de Nelson Mandela lembrava apenas ao Sr. Presidente da Republica José Eduardo dos Santos e ao Sr. Secretario de estado para as Obras Publicas Jones André que “Uma nação não deveria ser julgada pela forma que trata seus mais ilustres cidadãos, mas como trata os seus mais pequeninos ou simplórios.” Sabemos que estes senhores secretários de estado do governo querem, simplesmente, que todos saiam de lá para poderem construir e fazer outros negócios rentáveis e, talvez obscuros no local… as verdadeiras intenções ninguém sabe, ainda que os prédios não tenham condições e estejam, de facto, a cair mas tbem por culpa do governo que é o dono dos mesmos prédios aos quais os moradores pagam rendas e outros ainda compraram casas ao governo!… Ora não é justo estarem a ser assediados à cerca de 15 anos… Há uma nítida e pérfida estratégia esperando a degradação mais afincada dos prédios, com todos os riscos acrescidos, com vista a que consigam os seus fins maquiavélicos e egoístas para os tirar de lá de qualquer maneira… Uma atitude anti-democrática, tirana e anti-social. Sobretudo se o fazem sem se preocuparem com o bem estar daqueles cidadãos angolanos que não são escravos dos séculos dezoito e dezanove, nem vivem mais no colonialismo que há muito acabou e passou!!! Caso para dizer e perguntar: para quem passou?!?… Ou uns são filhos e outros são enteados?!?… Faço um veemente apelo aos governantes desta nação angolana e a todas as autoridades locais de Luanda para que tenham um comportamento cívico adequado, de verdadeiros democratas, responsáveis, que amem Angola e respeitem todo o seu povo, futuro da nação… porque residem neste local também muitas crianças e que velem pelo bem estar e futuro de todos estes cidadãos nacionais que merecem todas as atenções e boas condições de vida muito antes de todos os estrangeiros que vivem e estão em Angola!!!…

    É, portanto, normal e legitimo, que ao trocarem ou quererem que eles abandonem as suas casas atuais os coloquem numa situação melhor do que aquela em que se encontram atualmente. Caso contrario, têm toda a razão em não querer sair. Tratam-se de seres humanos, angolanos e não de “burros de carga”!!!
    Dizia William Shakespeare que “Só os “mendigos” conseguem contar as suas riquezas. É preferível suportar os males que temos do que voar para aqueles que são piores ou não conhecemos.”
    Acredito profundamente na verdade desta reportagem e nas pessoas entrevistadas, algumas minhas conhecidas!… Ao entrevistador, Timóteo João, meu amigo, bem hajas pelo grande profissionalismo e verdadeiro amor por Angola!!!

    • Al Felix says:

      Galera, vocês estão fazendo um trabalho excelente. Mantenham! Estamos sempre a postos para colaborar. Abraços! (Partilhado).

  4. Ana says:

    Muito bem, amei, vocês estão de parabéns.

  5. miguel says:

    os meus parabéns a Central.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s