Cronologia Fotográfica: Os Últimos Suspiros de um Regime Déspota

Posted: May 25, 2012 in Denúncia, Fotos, Manifestações

Quando um regime autoritário decide bater na sua própria juventude, assinala o princípio do seu fim.

Já que uma imagem vale mais que mil palavras, decidimos fazer um post com muitas imagens e poucas palavras, para descrever a crescente onda de violência e repressão que temos vindo a sofrer por causa da nossa teimosia em exercermos os nossos direitos cívicos mais básicos. O leitor poderá acompanhar, em ordem cronológica, a crescente severidade dos ataques que temos sofrido.

Isto, em pleno período de paz. 

2011

1) Depois das detenções do 7 de Março, a manifestação do 2 de Abril (que correu sem incidentes de maior), as primeira tentativas de intimidação por parte do regime foram telefonemas anónimos por ocasião da manifestação convocada para o 25 de Maio pelo grupo MRIS. Pode ouvi-los aqui e aqui.

2) No dia 24 de Maio, o Luaty foi agredido por desconhecidos, em plena luz do dia e em via pública. Como prova só restou a camisola rasgada.

3) Seguiram-se ameaças por SMS.

4) Os manifestantes do 3 de Setembro aparecem em tribunal ainda com manchas de sangue nas suas roupas, com caras inflamadas e braços partidos, fruto da repressão e espancamento policial que sofreram naquele dia. É das primeira imagem dos manifestantes ensanguentados.

5) Se pensavamos que o 3 de Setembro foi surra, então é porque não anteviamos o 3 de Dezembro. A manifestação deste dia é reprimida com uma violência brutal. As agressões sobem de tom. Jovens são agredidos com ferros e paus contundentes. Os seus agressores já nem sequer se escondem. Esta imagem é do Pedro, que ficou com a testa rebentada.

Nome: Pedro Delito: Sonhar

2012

6) Local: Cacuaco. Dia: 3 de Fevereiro. Nossos manos mais uma vez brutalmente agredidos por elementos à paisana, antes mesmo de se juntarem à manifestação. “O método agora é impedir que as pessoas sequer se aglomerem num local público, agarrando grupos de jovens que identifiquem como sendo “potenciais manifestantes” e partirem logo para a porrada e detenção”, escrevemos neste dia. Arrancaram pedaços da carne do Shorty…

7) Um ano depois do 7 de Março de 2011, Mário Domingos e Kebamba são brutalmente agredidos por “desconhecidos” e ameaçados de morte. Felizmente escapam com vida. A cara do Mário está coberta de sangue…

8) 9 de Março. Escrevemos o seguinte naquele dia cheio de terror: “Por volta das 15h30 recebemos um S.O.S vindo da casa do Carbono Casimiro. A casa tinha acabado de ser invadida por uma dezena de homens trajados de preto, armados com ferros e soqueiras metálicas, que arrombaram porta, janela do quarto e que deram início a um festim de pancadaria a todos os presentes: Sampaio Liberdade, Cavera C, Santeiro, Nelito e o próprio Carbono. Chegaram numa carrinha e colocaram-se dois matulões no portão de entrada que dá acesso à três outras residências para além da do Carbono, impedindo que alguém entrasse ou saísse. Estando o único acesso à casa fechado, os jovens viram-se encurralados e foram mais uma vez castigados por pensar diferente. O resultado desta barbárie pela qual responsabilizamos BENTO KANGAMBA e JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (não nos venham cá com histórias que, nesta altura do campeonato, o velhote não sabe do que se passa), está visível nas fotos abaixo. É incrível o nível de confiança que estes homens revelam, pois em plena luz do dia e mascarados apenas com chapéus e óculos escuros, fazem tudo aos olhos de todos. Os habitantes da rua do Carbono estavam todos aglomerados lá fora assistindo, um após outro, saírem lesionados e ensanguentados os agredidos. A polícia ainda recalcitrou, resistindo, tal como acontecera com o Mário Domingos, registar a queixa. Mas os jovens não arredaram pé e essa formalidade ficou cumprida. O Santeiro foi o mais gravemente ferido tendo levado dois balões de soro e 16 (!) pontos da cabeça. O Cavera também ficou “riscado no nguimbo” e nem o mais-velho Nelito foi poupado da violência cega e assassina dos algozes que, aliás, são sempre os mesmos. Ti Moço foi reconhecido nesse bolão.”

9) 10 de Março. Dia de nova manifestação. Agressões brutais a Filomeno Vieira Lopes, Luaty, e muitos mais. A cabeça do Luaty é rebentada; o mesmo acontece a Filomeno Vieira Lopes, que sofre também braços partidos em diversos pontos.Celso Malavoloneke famosamente descreve o sucedido como “pseudo-acontecimento”.

10) Estas…estas foram mesmo ante-ontem. 24 de Maio. Casa de Carbono novamente invadida por terroristas do regime.

Angolanos…angolanas…mano…mana…primo…prima…tia…tio…Mamã…Papá…que regime é este? Que democracia é esta? Que paz é esta?

Que país é este, onde o sangue dos que pensam diferente jorra como água?

Comments
  1. Maria A. Guimarães says:

    Há um ditado que diz «Quem com ferro mata, com ferro morre». Os dirigentes do regime puderam escolher o seu próprio destino. E não há despita que resista. Até o Kadaphi, apesar dos polícias e militares, acabou por ter o castigo que merecia. De modo que, a seu tempo, os verdugos do povo angolano também terão o destino que merecem. E com eles cairão apoiantes e cúmplices.

  2. Destaque says:

    […] 7311: Cronologia Fotográfica: Os Últimos Suspiros de um Regime Déspota 25 de Maio, 2012: Quando um regime autoritário decide bater na usa própria juventude, assinala o […]

  3. António Macedo says:

    Esses são os métodos brutas que os assassinos do regime vão continuar usar para manterem o cidadão José Eduardo dos Santos no poder, que nunca foi eleito pelo povo, é bom saber que a apesar de tanta burrada, que apanhamos, mas os continuamos a pensar diferente, isso é muito bom. Deus continua a nos dar força para enfrentamos os caminhos difícil que se avizinham, a nossa luta não é contra a paz, mas contra os malfeitor, que fazem da nossa angola como se fosse uma quinta da mãe Joana.
    Para todos aqueles que foram feridos, que Deus vos abençoa, e que o espírito santo possa restituir o sangue que perderam, para nós que ficaremos logo na primeira esquina, estamos preparado para tudo, o importante é não desistimos, hoje as nossas famílias não compreendem, mas um dia compreenderão porque que lutamos por esta causa.

  4. Seba lopdel says:

    Tem gente burra nesta lugar. Pagam caro por um telemovel Hi-Tech e nem usam para filmar coisas importantes…

  5. Isto é maka d‘angola só acontece com o governo do mpla, mas um dia,mês e ano vão prestar conta co a justiça do povo na próximas eleições do país todo que esta acontecer servera de campanhas para o posição, mas queompla trabalhei durante estes quatro ano para agradar povo, o povo já tomo conhecimento do caso.

  6. santos says:

    não foi essa a liberdade por que tanto lutarão ?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s