Demasiado coxos para o desporto

Posted: February 20, 2013 in Argumentos, Opinião, Videos

Num país maioritariamente jovem, o desenvolvimento humano e social também passa necessariamente pelo desporto. Milhões de jovens angolanos ficam sem explorar os seus talentos no desporto porque o Executivo Angolano, liderado por José Eduardo dos Santos, ainda não encontrou as melhores soluções para o desenvolvimento do desporto nacional. O que eles gostam mesmo é do imediatismo, de resultados que caiem do céu. Não se fala do esforço, da dedicação, da entrega que dão outro sabor às vitórias! Só se fala de milhões de dólares para as selecções e projectos megalómanos que funcionam como plataformas de esquemas e comissões ilícitas. – ALGUÉM VIU POR AÍ O RELATÓRIO DO CAN 2010 REALIZADO EM ANGOLA? – Desde aí podemos ver que a pirâmide da politica desportiva deste Executivo está estupidamente equivocada e geometricamente invertida. No meio disso tudo, temos um ministro da Juventude e Desporto, totalmente devotado à bajulação do “arquitecto”. Pois claro…

Que tal se começarmos a investir mais milhões de dólares nas categorias de formação? Que tal se promovermos o desporto escolar como forma de afastar os mais jovens das bebedeiras e festas gratuitas, que só promovem descontroladamente o consumo de álcool e drogas? Uma população jovem precisa de estímulos positivos: o desporto é garantidamente um deles. Já que o investimento nos livros e bibliotecas é penoso, prejudicando o desenvolvimento intelectual e académico dos jovens angolanos. Então, pelo menos facilitem o nosso desenvolvimento atlético e desportivo. Custa muito? O dinheiro que todos os anos o Estado gasta em viaturas novas não pode ser canalizado para este propósito?

Num programa de TV, o cota Mário Rosa, Secretário Geral do Comité Olímpico angolano, que tem sido um facebookiano frontal, coerente e objectivo nas suas propostas de debate, apresentou-nos algumas soluções para este imbróglio que já parece uma maldição da nação angolana. Os doutores do partido da situação ainda não chegaram ao mesmo fio de pensamento do cota Mário Rosa? Pudera depois de termos escutado o político do MPLA, Norberto Garcia, num dos mais recentes debates da Rádio Eclésia, concluímos que as prioridades deste governo e deste partido não são as prioridades dos Angolanos.

Comments
  1. Gostei muito do Sr. Mário Rosa quando fala em estratégias, de educação física escolar, colocar mais cinco milhões de estudante a praticar desporto esta é uma ideia genial.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s