A Voz do Povo XXIV: O desabafo de um banana, no país dos bananas!

Posted: March 10, 2015 in Luanda

Cruzámo-nos esta manhã com este post feito pelo artista Thó Simões no seu mural de facebook. Um daqueles desabafos sentidos, que infelizmente são tão raros tendo em conta a proporção de aberrações que diariamente testemunhamos neste grande kimbo chamado Angola. O Thó diz odiar a política, odiar políticos e não podemos censurá-lo, mas, desafortunadamente para ele, não consegue desembaraçar-se do seu coração de artista e esse, quando observa ao seu redor, transforma os fotogramas registados pela retina em emoções e ao exprimir essas emoções está, involuntariamente, a fazer política.

Obrigado ao Thó por não auto-censurar o artista e não manter essas angústias que dilaceram como navalhas a garganta de quem tem de as engolir em seco para si.

Segue então na íntegra o post do Thó Simões

“DESABAFO DE UM BANANA NO PAÍS DOS BANANAS!

Bom dia caros amigos, camaradas e desconhecidos.

Hoje a umas horas a atrás, enquanto me aventurava pelos magistrais engarrafamentos de Luanda (para quem não vive cá, ontem choveu a noite toda)a tentar deixar o filho e a mulher na e escola e no serviço, ia ouvindo a Rádio Luanda, quando já estava sozinho no carro (graças a deus) uma ouvinte, moradora do Morro da Luz, ligou para o programa para pedir socorro, para uma situação que esta a virar rotina lá no bairro. Dizia ela ao locutor de rádio por telefone, que há duas semanas atrás, a sua casa fora assaltada por um grupo de marginais… para entrarem na casa usaram uma pedra como martelo ou marreta para arrombar a porta, e saquear a casa, depois dos assaltantes se retirarem ligaram logo para a policia, segundo ela era 2h da manhã, a Policia apareceu nas proximidades as 5 da manhã mas recusaram-se a ir ao local da (ocorrência) o pessoal teve descer até a estrada para reportar a Policia, dai para frente nada mais… ou melhor dai em diante os assaltos sistemáticos continuaram nas casas vizinhas, quem não tivesse nada em casa que satisfizesse os ladrões era espancado. Um trecho em particular no seu relato me revoltou as entranhas.
Ela disse que numa das casas os bandidos amarram uma mãe e meteram o seu bebé na arca frigorífica!

AMARRAM UMA MÃE E METERAM O SEU BEBÉ NA ARCA FRIGORÍFICA!!!
Graças a Deus a criança não morreu e parece estar sob cuidados. Acham isso normal???

A policia entretanto, não sei o que fez ou faz por essas famílias até ao momento.
Mas agora passei a perceber bem uma coisa… este não é o País do Pai Banana, como é (carinhosamente) cantado e citado… É O PAÍS DO POVO BANANA!!!

Como podemos ser tão hipócritas!?
A nós, tudo nos acontece… até agora, já há 800 famílias desalojadas, de ontem para hoje! Grande parte da população hoje não vai trabalhar, porque a geografia das zonas, dos bairros, onde habitam ou dos trajectos que os leva de casa para o trabalho e do trabalho para casa mudou para cenários apocalípticos como nas grandes produções de Hollywood, sobre o fim do mundo ou sobre a extinção da raça humana!

Mas ao olhar para as postagens na minha página do Facebook, bwé de fotos do pessoal interessante, o pessoal que faz isso andar, o pessoal que se quisesse podia sim aliviar esse fardo que carregamos a mais de 500 anos, pessoal que faz a opinião publica, pessoal que mobiliza e se mobiliza para causas que estejam na moda mas que convenha (afinal ninguém quer ser apelidado ou ser confundido com os revús, esses sim tiro-lhes o chapéu, uma dúzia de putos, mas que basta um deles dar um peido (desculpem o termo) movimentam logo uma enorme estrutura Policial seus meios e aparatos que não são nada baratos para os nossos bolsos) dizia eu… pessoal jovem, uns com grandes carreiras outros nem tanto, como dizia, olho para as vossas fotos no festival Sons do Atlântico, (fotos bonitas na sua maioria) vocês também lindos e felizes, dentes todos escancarados a posarem ao lado de grandes estrelas da música mundial, quem olha até parece que vivemos no mesmo mundo, temos os mesmo direitos temos as mesma oportunidades e que por aqui desde que a guerra acabou…

ESTAMOS SEMBRE A SUBIR!!!

Thó Simões”

Comments
  1. Ju Jaleco says:

    Só posso lamentar, sentidamente! Infelizmente, embora em graus diversos, quantos povos bananas há por este mundo fora!…

  2. Mbanza Hamza says:

    No país do povo banana!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s