Dago continua a denunciar tratamentos indignos na Comarca de Viana

Posted: July 25, 2016 in Luanda

Recebemos do brada Dago uma denúncia manuscrita com 3 páginas acerca da precariedade dos serviços de saúde no Estabelecimento Prisional de Viana, onde se encontra a cumprir uma pena de 8 meses por “crime de solidariedade” com os 15+duas. Abaixo o conteúdo.

Dago Selfie Lixo

AS DEBILIDADES DOS SERVIÇOS DE SAÚDE DOS S.P

A) Ordem Interna: o primeiro obstáculo

Os serviços de saúde dos S.P em Viana começam a mostrar-se deficientes logo na porta onde estão os agentes da ordem interna. A maior parte das vezes os agentes em serviço só levam a sério os reclusos depois destes chorarem, agonizarem ou caírem desmaiados no chão. Afirmam eles que quem está doente não fica de pé, demonstrando claramente que a palavra humanismo é praticamente inexistente do dicionário dos S.P.

São várias as vezes que eu pessoalmente presenciei reclusos a rebolarem-se no chão, queixando-se de certos sintomas aos agentes da Ordem Interna e a serem mandados de volta para a caserna, sem sequer lhes ser prestada a atenção devida.

B) Transporte

Outro grande problema tem a ver com a falta de meio de transporte para facultar a locomoção dos reclusos doentes ao posto médico. Na verdade existe(m) uma ambulância(s) mas ela(s) só é (são) usada(s) em casos de pessoas que eles acharem especiais, ou quando lhes convém. Na maioria dos casos os reclusos que têm a sorte de passarem da O.I. (ordem interna) e serem escoltados para o centro médico são carregados nas costas por outro co-sofredor. Exemplo concreto foi quando cheguei a desmaiar após ter ficado 4 dias em greve de fome, dois co-sofredores tiveram que levar-me nas costas até ao posto por falta ou indisponibilidade de transporte adequado.

C) Falta de profissionalismo dos enfermeiros e dos médicos de serviço

Outro ponto que denota debilidades dos Serviços de Saúde nos S.P é a falta de profissionalismo dos enfermeiros e médicos em serviço que para mim é dos mais graves pontos desta denúncia, pois é deles a responsabilidade de salvar as vidas dos reclusos que têm a sorte de lhes chegar.

A falta de humanismo, o desrespeito pela ética profissional e pelas normas deontológicas, leva a que muitos dos enfermeiros e médicos em serviço humilhem os reclusos doentes que recorrem ao centro médico para cuidarem dos problemas de saúde que, na sua maioria, adquirem mesmo aqui na cadeia por motivos de vária ordem, dentro os quais a má alimentação, a falta de água e as condições de acomodação que são asfixiantes.

É notória a falta de vontade em trabalhar por parte dos responsáveis pela saúde penal, que por diversas vezes medicam os reclusos sem mesmo fazerem uma análise condigna, e quando fazem análise na maioria dos casos chega a dar negativo mesmo com os sintomas visíveis de doença, o que nos levanta sérias dúvidas acerca da fidelidade desses testes.

A arrogância e a prepotência são características intrínsecas dos médicos e enfermeiros no C.M do S.P de Viana embora haja uma ou outra excepção. Tratam os doentes como se fossem bichos (principalmente aqueles com infecção urinária) sem nem pingo de amor ao próximo. Os mais azarados chegam a ser expulsos do consultório se reclamarem.

D) Falta de Medicamentos

A falta de medicamentos na farmácia da unidade penitenciária de Viana vem completar o quarteto de deslealdade dos S.S do E.P.V. Aqui, os reclusos quando têm a sorte de ser atendidos, são obrigados a mandarem a receita aos seus familiares para que estes tragam os remédios receitados pelos médicos. Em caso de impossibilidade (muitos reclusos não recebem visitas dos familiares) sujeitam-se a ficar sem medicação ou a recebê-la de forma incompleta, isso porque o stock de medicamentos dos S.S é quase sempre zero. Os responsáveis alegam sempre que não há remédio e muitas das vezes uma lâmina de paracetamol com dez comprimidos é repartida entre dez pessoas.

Luanda aos 16 de Julho de 2016

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s