CTV: No Lobito, Administração burla comunidade rural pt.2

Posted: October 27, 2016 in Luanda
m1610001

Moradores do Bairro Golfe, Lobito

Esta é a segunda parte da reportagem que diz respeito ao litígio que opõe a comunidade do Bº do Golfe à Administração do Lobito. As autoridades tradicionais confirmam serem estas terras pertenças dos populares que ora as reclamam, mas a mão pesada do Estado quer impor-se sobre a própria lei.

Na crença de que estariam a ser ajudados por um cidadão que se apresentava como influente, foram se deixando ludibriar e extorquir ao longo de anos até que, surpresa, descobriram que as terras já não lhes pertenciam, pelo menos no papel.

Nesta peça vamos ver como o Administrador atual, senhor Alberto Ngongo, tem estado a favorecer uma funcionária, Nádia Furtado (familiar de gente “muito importante” no país), em detrimento do direito consuetudinário que auferem estes pobres cidadãos.

O nome do antigo Governador, General Armando da Cruz Neto, é citado como sendo o doador dessa parcela de terreno, tendo à posteriori o Tribunal Provincial de Benguela, em completo arrepio da lei, confirmado a legalidade dessa cedência à cidadã supracitada.

Esta é uma história de resistência, de tenacidade, de coragem. É uma história comovente e inspiradora, que nos lembra que não devemos jamais aceitar a submissão à injustiça e devemos sempre solidarizar-nos com as suas vítimas.

“Prá frente é o caminho” sentenciou a corajosa Dona Constância. Nisso temos fé.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s