CTV: Polícia alveja pelas costas dois jovens algemados

Posted: November 12, 2016 in Luanda
walter-e-andre-baleados-pna

Walter (à esq.) e André, as vítimas

Na reportagem que irão assistir, as vítimas e suas famílias explicam-nos pormenorizadamente o que aconteceu:

Pelas 22h00 do dia 03 de Outubro de 2016, Walter e André, amigos de longa data, encontravam-se ambos no interior da residência de André, na Ilha de Luanda,
fumando liamba.

De repente, dois agentes devidamente uniformizados da Polícia Nacional irrompem pela sua residência a dentro, anunciando que estavam todos presos.

Segundo as testemunhas, os agentes encontravam-se muito embriagados e um deles manipulou a sua metralhadora uma vez no interior da residência.

André temeu pela vida do seu recém-nascido e pediu aos agentes que fossem resolver o que fosse preciso no exterior da residência. Antes de saírem, o agente algemou Walter e André um ao outro (só tinham um par de algemas).

Postos lá, um dos agentes manipula e acidentalmente aperta no gatilho produzindo uma longa rajada de 8 tiros, 6 dos quais atingiram os dois jovens pelas costas. Os agentes chamaram este incidente gravíssimo de “descuido”! Nós preferimos: tentativa frustrada de homicídio, ainda que acidental.

Outro descuido seguiu-se quando perderam a chave das algemas e tiveram de carregar os dois baleados num hiace que mandaram parar, um em cima do outro, até à Clínica Sagrada Esperança para os primeiros socorros.

Depois dos primeiros socorros, foram transferidos para o Hospital Militar onde nunca receberam sequer uma visita de um representante da Polícia.

Nenhum dos dois está a ser assistido de forma alguma, arcando com os custos de toda a medicação à qual passaram a estar submetidos depois do “descuido”.

Pior, a Polícia Nacional está a obrigar os familiares a pingponguearem de uma esquadra para outra na persecução do seu direito de ver feita justiça, de saber que os agentes foram suspensos e detidos pelo interminável rol de violações à lei que cometeram a partir do minuto que decidiram arrombar a porta da residência do André, ainda antes do descuido.

Os agentes autores do crime, tal como aconteceu nas outras peças por nós reportadas, continuam protegidos e exercer a sua função de “polícia” impunemente.

Não deixamos de ficar indignados com o facto de o comando geral da polícia nacional, para mostrar trabalho, ter expulso da corporação a 17 de Setembro de 2016, dois agentes
reguladores de trânsito por extorsão de dinheiro na via pública, falando-se inclusive em suicídio de um dos agentes (rumores por confirmar) e, no entanto, para estes casos de clara violação de direitos humanos a impunidade é tumular:

– Um agente da polícia no Kalemba II, de nome Cesário Nambungu, baleou no dia 26 de agosto de 2016 o jovem Álvaro Lima, por se ter negado a pagar-lhe corruptivamente
500Kz, está impune e continua a trabalhar na mesma esquadra (ver aqui);
– Agentes do SIC e da PN em perseguição a meliantes, balearam no dia 06 de setembro de 2016 a menina Janete de 10 anos em Viana, bairro Chimuku. Até hoje não se sabe
quem são e, muito provavelmente, continuam impunes e a trabalhar (ver aqui);
– Agentes da DNIC/SIC fazem dos fuzilamentos lei para combate ao crime, impunes e protegidos (ver aqui);
– Agentes da PN na ilha de Luanda balearam no dia 03 de outubro de 2016 os jovens Walter e André, por acusação de estarem a vender estupefaciente, um deles foi visto por familiares das vítimas no seu posto de trabalho.

Em três meses temos registado mais de 5 casos de polícias que disparam contra cidadãos indefesos, o número de vítima a rondar a duas dezenas, com todos os autores impunes e protegidos.

O senhor Mateus Rodrigues, porta-voz da PN contactado por nós, na altura das mortes da DNIC no Chimuku, garantiu-nos haver uma investigação para apurar todas as denuncias por nós já feitas, mas até este momento, nada veio a público. Coisa para dizermos, que tipo de balança é essa que a polícia usa, que pune exemplarmente o comportamento extorsionário e fecha os olhos a atentados contra a vida humana?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s