Petição pela coligação sai às ruas

Posted: March 27, 2017 in Luanda

No dia 24 de Março levámos a petição “Eu sou pela coligação e assino!” às ruas. Resolvemos começar pelos centros de esclarecimento académico onde as explicações seriam menos fastidiosas e a compreensão daquilo ao que vínhamos mais célere. Duas equipas se meteram no terreno, uma no centro da cidade e a outra em Luanda-Sul.

Na UAN (Universidade Agostinho Neto) a equipa 1 começou sem percalços até que as ordens superiores vieram para abandonarem o recinto. A imbecilidade contagiou a academia. Sendo a instituição pública, ficaram até que lhes apetecesse retirar-se e só no dia seguinte souberam que tinha sido chamada a brigada escolar que, felizmente (para todos), só chegou depois de já se terem feito à estrada. Entretanto o Hitler foi chamado pelo decano Víctor Kajibanga e viu-se ameaçado de expulsão. Hoje, dia 27 de Março e primeiro da semana, Hitler encontrou portões que normalmente estão abertos encerrados para melhor controle do fluxo de “ilegais”. Travando o vento com as mãos.

A equipa 2 passou pela UTANGA e deu com o estabelecimento praticamente às moscas, pelo que decidiu rumar para o Mercado de Luanda-Sul. Algumas dificuldades em ultrapassar a barreira da suspeição e do medo mas, no final, algumas assinaturas foram conseguidas.Depois de pouco mais de 3 horas de trabalho, 174 assinaturas e algumas pessoas informadas acerca da petição.”Eu sou pela coligação e assino!” é uma petição endereçada aos partidos da oposição em Angola, solicitando que se coliguem para as eleições de 2017. Não depois, agora!Nunca é tarde. Podes também tu recolher assinaturas e fazer com que cheguem a nós. Podes ainda assinar a petição online. Basta que sigas o link para te informares melhor.
Comments
  1. Ju Jaleco says:

    Oxalá consigam! Aqui, no Puto, fico a torcer…

  2. Daniela Alexandra de Carvalho de Sá Lemos Dias dos Santos says:

    Eu gostaria de fazer parte desta marcha mais infelizmente por falta de farmacos no país tive que recorrer ao exterior com o pouco recurso que tinha, estou a limpar chão para poder sobreviver.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s