Morte Potável

Posted: May 4, 2017 in Luanda

O general Kangamba introduziu o conceito do desenvolvimento da energia potável em Angola. Pouco se fala, no entanto, no desenvolvimento da morte potável, a água canalizada que o Estado leva às residências dos cidadãos para matá-los, lentamente, de forma potável.

Kwanza Sul Morte Potável

Imagem tirada num quintal, na província do Kwanza-Sul

As redes sociais têm-se vindo a consolidar como o espaço da democracia por excelência, o único espaço em que cada emissor decide o que quer tornar público e cada recetor decide ao que dedica a sua atenção, descartando tudo o resto. Num país onde os meios de difusão da informação estão asfixiados e manietados pelo poder político, as redes sociais servem de barómetro ao estado de espírito no país.

Pouca coisa escapa ao escrutínio, análise minuciosa e chacota desse povo cibernético, sendo o alvo predileto, aqueles de quem é praticamente proibido falar no mundo físico, aqueles que detêm um poder discricionário e, qual deuses, decidem o destino a dar aos prevaricadores desta regra de ouro da nossa um-dia-serei democracia.

Lembramo-nos da famosa garrafa de Moët que temperou a feijoada do Norberto Garcia e que o obrigou a uma justificação pública patética, depois dessa imagem de alegria e de celebração do luxo na miséria ter viralizado na net.

Norberto Garcia Champanhe

Feijoada gostosa

Lembramo-nos igualmente dos xiliques da deputada Tchizé dos Santos quando conversas de um grupo de WhatsApp da JMPLA transbordaram para a esfera pública e da ameaça venenosa que proferiu no mesmo grupo se essa nova troca de mensagens vazasse. Vazou, de facto. Até hoje nos perguntamos se ela conseguiu chegar “ao fim do mundo”, encontrar o responsável pelo gesto desafiador e qual terá sido a sanção aplicada a ess@ destemid@ militante.

Ultimamente o pódio tem sido ocupado de maneira incontestável pelo nosso MC Besteira, o embaixador delirante, Luvualu de Carvalho, com a mais que célebre tirada do oxigénio enquanto ganho intangível da paz. Jamais se viram tantos memes a ridicularizar a bajulinite aguda que afeta a capacidade neurológica de jovens aparentemente inteligentes, que poderiam ser úteis ao país se não escolhessem tornar-se prostitutos intelectuais, abdicando de qualquer réstia de dignidade em troca de uma fatia do bolo da corrupção.

Nos últimos dias têm-se multiplicado imagens da água canalizada distribuída pela EPAL, empresa que recentemente se vangloriou de ter as mais modernas instalações de África, uns míseros 6 andares por uns sumptuosos 700 milhões de dólares do erário público. Vários clientes, indignados com a qualidade do produto, têm divulgado nos seus muros de lamentação imagens assustadoras da água que lhes tem sido fornecida por esta empresa pública.

Central 7311 Água Ganho da paz

Algures em Luanda

Porém, a mais impressionante foi postada como vindo do Kwanza-Sul, onde a EPAL é inocente mas o Estado não, pois a prima do Kwanza-Sul tem outro nome – EASCS – mas não outro dono. A cor e a espessura daquela matéria saindo pela canalização ilustrada na imagem lembra mais polpa de múcua para fazer sorvete. Aquilo tem ar que, se ingerido, criará um pântano no ventre com girinos e nenúfares. A pessoa que encheu esse balde consumiu esse unguento? Meu issa!

Luaty Beirão

Comments
  1. Simon says:

    Realimente e triste oque o governo do Mpla faz com a população eles têm d bom e do melhor e a população n tem nada e triste ver pais como Angola nessas situações. E ainda assim o povo quer sempre sofrer calado até quando temos que aguentar isso. A juventude gostam reclamar nos cantos quando e pra sair nas ruas e lutar pelo seus directos tem medo. E com dor e tristeza Angola n seria esse país que é temos que saber votar pessoal chegou a hora d mudança e terá que ser pra melhor n pra pior ou pra normal

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s